Nesta quarta-feira (16), os fãs de Britney ao redor do mundo se reunirão em protesto virtual a partir das 14:30 via Zoom (aqui). A reunião terá a participação de advogados do mundo inteiro, além de jogos sobre Britney, para aliviar o clima, e atualizações em tempo real sobre as decisões da Corte sobre a tutela de Britney, que aconteceu sob segredo de justiça na última segunda (14).


A principal ordem das audiências segue o de pedido de afastamento permanente do pai de Britney, Jamie Spears, como conservador da filha. E, assim, elas têm sido marcadas por Britney e seu time. Jamie já está afastado até fevereiro de 2021, mas para que isso aconteça permanentemente, a juíza Penny pediu mais informações ao advogado da cantora, Sam Igham.

Para tanto, mais audiências foram marcadas, como a desta semana. Nela, Sam pleiteou uma extensão de prazo para que ele continue construindo o caso contra Jamie, pedindo mais 120 dias. O advogado alega que tem descoberto que o pai de Britney é mero coadjuvante nessa história, a qual parece envolver diversas despesas mal explicadas, feitas por empresas envolvidas com Britney, como a Tri Star. Ou seja, gastos feitos com o dinheiro da cantora, que em alguns casos, foi usado até contra seus próprios fãs, para descobrir a identidade por trás de contas que denunciam abusos e processar judicialmente os mesmos. Por conta do COVID, estes processos estão parados. Abaixo, documento que Lou Taylor deu entrada na Justiça (via FreeBritneyLA):

Imagem
Imagem

Diante dos fatos, o pai de Britney e seu time de advogados concordou em continuarem sendo investigados, mas pediram que o time de Britney se limite até o dia 15 de janeiro para acusações. Eles alegam ainda que o time de Britney tem sido muito “vago” sobre as acusações. Abaixo, o documento no qual o pai de Britney responde às acusações de Sam:

Além disso, de acordo com o Igham, a equipe jurídica do pai de Britney tem tentado dificultar a entrada – já permitida pelo judiciário – de uma empresa privada (Besssemer) como co-conservadora de Britney. Ou seja, a carreira de Britney segue sem a gerência da empresa requisitada por ela própria, de forma efetiva. Abaixo, o e-mail enviado pelo advogado de Britney para a equipe de James.

Imagem

Ou seja, não é estranho que o Glory 2020, lançando em vinil no último dia 04, tenha agradecimentos à Lou Taylor e à Tri Star, empresas já desligadas da carreira da cantora.