abc_gma_britney_130912_wg

Good Morning America lança mini biografia em vídeo sobre Britney

  • 13 de outubro de 2019

“Como Britney Spears deixou o topo das paradas para se tornar uma pessoa legalmente inválida com relação a sua fortuna?”, questiona o programa matutino da ABC na sua página e na legenda do vídeo lançado neste final de semana. No entanto, com o documentário se esquivando de passar perto de temas como o #FreeBritney, nos questionamos, neste texto opinativo, sobre qual a verdadeira intenção por trás deste lançamento relativamente aleatório.

Britney foi tema do quadro “A história de…” da versão digital do Good Morning America num audiovisual de 13 minutos. o GMA recapitula a carreira e vida pessoal da artista e, exceto por exibir imagens do lançamento da “Domination” quando falava da “Piece of Me” ou trazer cenas do X Factor cronologicamente deslocadas, a rede ABC, que tem longa parceria com a equipe da cantora, parece ter feito um bom trabalho. Assista abaixo:


No entanto, por trazer uma manchete alarmante sobre a situação jurídica da popstar , soa estranho que o documentário não tenha tocado no assunto #FreeBritney ou nos dilemas judiciais recentes envolvendo sua tutela. Ou seja, o momento parece relativamente aleatório, como escrevi acima, sem tocar no assunto que mais ganha os jornais.

Diante disso, questiono se estaria a equipe de Britney preparando terreno para limpar a imagem da cantora, pensando em algum projeto novo e próximo, ou se o vídeo faz parte de uma estratégia para reformulação da imagem deles próprios (equipe e família de Spears), já que todos próximos à cantora estão sendo investigados judicialmente.

Tradução: “Soa como se você estivesse fugindo dos seus problemas”

A justiça suspeita de má conduta da conservadoria e, na mídia, os fãs permanecem questionando a qualidade administrativa dos empresários por trás da imagem de Spears. Nada foi provado ainda. No entanto, como todos os membros da equipe empresarial são nomes de grande porte do mundo do entretenimento, e possuem empresas que administram carreiras de outros famosos, talvez esta seja uma opção interessante para Larry Rudolph e associados ou para a Maverick.

Convido-os, então, a prestar atenção e debater o ponto abaixo:

In The ZoneABC Special, 2013

A equipe da Britney (leia-se Larry, Jamie e o pessoal da Maverick, incluindo a Lou T.) tem ótimas relações com a ABC, que desde 2003 tem dado espaço para eles divulgarem seus produtos com o especial “In The Zone”, a festa de aniversário de Britney e o lançamento do “Circus” em 2008, o showcase do “Femme Fatale” em 2011 e uma mobilização para o lançamento da “Piece of Me” em 2013 – e que deu início ao termo “deserto tour” (alguns fãs acreditavam que Britney performaria “Work Bitch” no programa deste dia, mas tudo o que aconteceu foi uma homenagem a ela no deserto com o anúncio da residência em 2013).

Anúncio da estreia da residência no GMA

Foi também para a ABC e o Good Morning America que ela performou “Make Me” e “Do You Wanna Come Over ?” direto de Las Vegas em 2016, divulgando o “Glory”, além de “Work Bitch” e “Toxic”, também de Vegas, para a virada do ano da emissora em 2017-2018, antes de Britney sair em turnê com a “Piece of Me Limited” – afinal, a aparição na noite de virada de ano poderia render mais ingressos vendidos.

Lançamento do Glory na ABC

Ou seja, nada exibido na ABC sobre Britney até hoje foi por acaso ou não esteve atrelado a um lançamento comercial. Estaria Britney pronta para lançar algo? E se sim, será em breve? Não temos esta resposta, mas outra pergunta: o documentário teria outra função? Talvez sim.

“A administração da carreira de Britney é tóxica”, diz um dos cartazes na primeira manifestação dos fãs neste ano

Os suspeitos, apontados por alguns fãs, de serem responsáveis por má administração da carreira de Spears, como uma excecutiva da Maverick, e Larry, podem precisar de uma limpeza de imagem mais até do que a marca “Britney Spears”, já que diversos fãs os apontam dessa forma – mas nada foi confirmado, nem se a Maverick está sendo investigada. Inocentes até que se prove o contrário.

Sobre a empresa, vale lembrar que a Maverick foi criada por Madonna em 1992 numa parceria com Veronica Dashev e Frederick DeMann. Daí o nome “MA-VE-RICK”. Porém, a rainha do pop vendeu suas ações e pulou fora do negócio em 2004. Guy Oseary, empresário da Madonna assumiu a empresa e fez uma parceria com a Live Nation em 2014.

Alanis Morissete tem a carreira também nas mãos da empresa, assim como Marilyn Manson e Madonna. Mas, teriam os fãs o poder se sujar nomes tão importantes e consolidados com hashtags e protestos? Estará a justiça de olho em todos estes nomes?

Resultado de imagem para britney wait and see gif
“Meu deus, eu odeio esperar”

Novamente só nos resta esperar para ver. Comente abaixo sua opinião e entre no debate.

Comentários do Facebook
Licença Creative Commons
Este texto autoral está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.
Baseado no trabalho disponível em www.britneyonline.com.br.