Premios_TOPO

Especial |A década de Britney, parte 2: Premiações

  • 26 de janeiro de 2020

Na segunda parte do nosso especial sobre a década na vida de Britney, vamos aproveitar o hype do Grammy 2020, que rola hoje, para falar sobre consagração por parte da indústria, ou seja, os refrescos em forma de prêmios.

Quem aí lembra que em 2009 Britney recebeu uma indicação ao Grammy por “Womanizer”? Os indicados foram anunciados no dia do aniversário dela, em 2 de dezembro daquele ano. Porém, a premiação só aconteceu em Janeiro de 2010. Na ocasião, Spears foi para o Grammy acompanhada do então noivo Jason Trawick e surpreendeu os fãs ao aparecer com o cabelo escuro no evento.

Resultado de imagem para britney grammy 2010

Que saudade do rosto do pop, né? Bem, Womanizer concorreu na categoria melhor gravação dance, mas perdeu para Poker Face da Lady Gaga. Os indicados foram, além das duas faixas, Boom Boom Pow do Black Eyed Peas, Celebration da Madonna e When Love Takes Over, do David Guetta com a Kelly Rowland.

Resultado de imagem para britney grammy 2010
Nossa nariz favorito <3

O ano seguinte trouxe ainda mais prêmios importantes para Britney, que recebeu duas honrarias da MTV: “Vanguard Award” e “Best pop Video”, ambos no VMA em 2011.

Sedentos por uma performance especial para a premiação, algo costumeiro por parte dos homenageados, muitos fãs se decepcionaram com um megamix feito pela emissora e interpretado por várias crianças no palco, com duração de menos de 2 minutos, provavelmente por uma escolha da fada de não se apresentar. Imagina aí o tiro que seria Till The World Ends, Hold it Against Me, I Wanna Go e um live de Criminal no VMA?! Sonhar é de graça.

Gaga, fã declarada de Britney, e vencedora do Grammy no ano anterior, foi a responsável por ler o texto-homenagem e entregar a estatueta do Vanguard Award. Ainda rolou uma simulação de beijo entre as duas, mas Britney cortou a brincadeira dizendo “Não. eu já fiz isso no passado”.

No entanto, rolou um quase selinho nos bastidores:

O VMA 2010 ainda coroou Till The World Ends como melhor clipe pop daquele ano. Os concorrentes eram:

Adele — “Rolling in the Deep”
Bruno Mars — “Grenade”
Katy Perry — “Last Friday Night (T.G.I.F.)”
Pitbull (participação Ne-Yo, Nayer e Afrojack) — “Give Me Everything”

Cata a plenitude de quem não tem nada a provar, mas ainda assim é homenageada:

Britney com o Vanguard Award e o Best Pop Video do VMA

Depois do VMA houve um hiato de premiações, enquanto a fase “Femme Fatale” ficava para trás e a residência de Las Vegas era preparada, junto com o “Britney Jean”. O álbum de 2013, um dos menos favoritos dos fãs, chegou a ser enviado pela RCA ao Grammy para avaliação no ano de lançamento, assim como o single de Work Bitch, mas ambos não conseguiram indicações. Ainda bem, né? Imagem aí o rebu que seria na mídia os boatos de que a voz da Britney foi apagada em alguns trechos das músicas para dar lugar a voz da backing vocal, antiga fã e então cantora, a Myah Marie?! A histórica nunca foi – e nunca será por motivos contratuais – confirmada, e talvez Britney nem saiba que esse processo pode ter acontecido, então vamos guardar na fanbase.

Só em 2014 Britney voltou a receber prêmios, e desta vez foi da revista People. Ela foi a “Artista Pop Favorita” do People’s Choice Award 2014 – e, vale ressaltar, o sabor da vitória foi ainda melhor, já que ela concorria com Justin Timberlake. Relembre:

Em 2015 Britney retornou ao VMA para apresentar uma categoria e para distribuir beleza no tapete vermelho, além de agraciar a vista de todos os telespectadores com um cabelo multicolorido, bem sereia e bem garota:

No mesmo ano ela foi homenageada pelo Teen Choice Award (TCA), apoiado pela Candie’s, marca com a qual Spears trabalhou em 2009-2010. Em 2009 ela recebeu do TCA a maior honraria, “Teen Ultimate Choice”, entregue pela Miey. Agora em 2015, as meninas do Fifith Harmony, que iniciavam uma parceria com a marca de roupa, entregaram a Britney o “Candie’s Choice Style Icon Awards”: “dos seus clipes icônicos às suas apresentações, Britney mudou a forma como vemos a moda no pop”, disse Camila Cabello ao apresentar a categoria e relembrar que Britney começou a carreira junto com a premiação e que ela sempre teve um papel importante no TCA. Catem como foi a entrega dessa prancha especial para uma fada estilosa:

“Sejam destemidos nas suas escolhas e não deixem de ser quem vocês são, pois através da moda eu pude me expressar”, falou a cantora ao receber a prancha. Seus filhos Preston e Jayden estavam na plateia, acompanhados da sobrinha da Brit, a Leslie, e Bryan, irmão.

A foto de família ficou bem fofa. O irmão todo orgulhoso:

Antes desse momento “fashion”, Spears gravou uma apresentação especial para o Billboard Music Award naquele ano, junto com a Iggy Azalea, direto de seu show residência em Las Vegas, para divulgar o single “Pretty Girls”. Quem lembra?

Resultado de imagem para britney pretty girls 2015 bbma gif

Os fãs ficaram um pouco desapontados, pois apesar de rumores de que a performance seria pré-gravada, a esperança de um live sempre é a última a morrer, né, b-army? Até pelo fato de que o BBMA acontece todo ano em Vegas, quase na mesma rua onde fica o Planet Hollywood, hotel no qual rolava a Piece of Me. A verdade é que gente AMA um deserto, né?

Era tão pertinho que Britney até foi dar um close na apresentação, acompanhada do namorado da época, Charlie Erbsol (aguentem que vai rolar uma parte do especial só sobre os amores de Spears):

A Iggy também estava lá e isso só aumentou os rumores de que o contrato da “Piece of Me” não permitia que Britney se apresentasse fora do Planet, coisas que a própria Iggy desmentiu em seguida, mas que a equipe de Britney nunca se pronunciou. Segue o flyer da festinha:

Falando em show, a residência ganhou dois prêmios do “Best of Las Vegas” em 2015, o Melhor Show e Melhor Despedida de Solteiro, recebendo ainda mais destaque na cidade.

“Olhem o que eu recebi durante o final de semana! Obrigada a minha equipe dedicada e a todos que trabalham na POM, incluindo o Planet Hollyood, e a todos vocês (fãs)”, escreveu Britney em seu twitter na época. A foto dela com o prêmio é tão linda, né? Eu sempre avisei que sentiríamos saudades da residência, mas ninguém nunca me ouviu.

Em 2016 foi o ano dos refrescos para os fãs. Finalmente Britney encerrou seu hiato de apresentações ao vivo em premiações – a última havia sido Womanizer em 2009, no francês Bambi Awards – e retornou aos palcos da Billboard para um medley de hits. Era finalmente o que esperávamos desde o Vanguard Awards do comecinho da década, já que ela também seria homenageada, dessa vez com um Millenum Award. A emoção era tanta que os fãs fizeram festas para assistir a apresentação, se reunido em bares, boates e casas de amigos ao redor do planeta. Foi nossa Copa do Mundo. Quem aí lembra dos fãs brasileiros que viralizaram com uma reaction da performance? O grito deles quando dá o toque de …Baby representa todos nós:

Só quem viveu sabe: mesmo entrando bastante nervosa, com o rosto até mais avermelhado do que o usual, Britney foi se soltando e nos deu o que há muito tempo não víamos: empolgação genuína. As mordidas de lábio durante a dublagem, as jogadas de cabelo, os breaks infalíveis, o tchauzinho e o olhar de tigre nos disseram que ela estava de corpo e alma naquele palco. Ah, e vocês já pararam para pensar que das sete faixas do medley, três eram do In The Zone e duas do Britney? Foi praticamente o que aconteceria se ela tivesse se apresentado no VMA solo, durante a divulgação do ITZ.

No tapete vermelho teve charme e botinha da marca brasileira Shutz.

Resultado de imagem para britney billboard 2016
Olha que botão.
Tapete vermelho do BBMA 2016, em Las Vegas

Teve também foto com o prêmio – que estranhamente não foi entregue no palco, mas nos bastidores.

Cuidado, imagem para maiores de 18 anos:

Resultado de imagem para britney billboard 2016
Essa roupa, inclusive, é bem parecida com uma que Anitta usou no Prêmio Multishow de 2019
Britney 2016 / Anitta 2019

No BBMA sentimos falta de uma música nova, já que o “Glory” sairia em breve. Porém, não sabíamos que Make Me seria a cereja do bolo, marcando o retorno da cantora como performer ao VMA, quase dez anos depois da infame, porém I-CÔ-NI-CA, apresentação de Gimme More, que rolou em 2007.

Vamos assistir ao comercial do VMA 2016 mais uma vez? Vamos!

Seria feio assumir que a propaganda empolgou mais do que a apresentação? A esta altura do Video Music Awards, a única coisa que Britney não havia feito ainda por lá era cantar uma música inteira ao vivo. E Make Me parecia ser a escolha perfeita para isso: faixa mais lenda, coreografia mais suave e ainda tinha um featuring. Mas Britney preferiu se transformar na própria cobra albina (do VMA 2001) enquanto o G-Eazy tentava arrancar um beijo dela ao vivo, que nunca rolou.

Essa pose e essa posição nos lembrou tanto do VMA 00 <3 Sdds.
Britney nos bastidores do VMA 2016 com uma fã (hihihi)

A beleza estava em seu ápice. Fomos arrebatados, mesmo não tendo sido nada tão explosivo quanto nos anos anteriores naquele palco. É difícil dizer, afinal foram muitos momentos de beleza de Spears na TV, mas esse foi bem especial, por ser um retorno.

Babem.

Um ano depois, em 2017, ainda não havíamos superado 2016, mas a vida sempre segue. Britney foi a primeira artista a receber um prêmio por conjunto da obra da Disney no Radio Disney Music Award, que a coroou com o “Icon Award”. A categoria relembrou seu legado desde os dias do Clube do Mickey e teve uma homenagem bem emocionante.

Sean Preston, Britney e Lynne Spears na plateia da Disney em 2017

Para a performance, cantoras da nova geração da Disney entoaram hits de Spears, recriando seus looks e cenários. Mamãe Gretchen tava cantando junto na plateia. Jamie Lynn, sua irmã mais nova, e que também já atuou na Disney (na série Zoey 101), encerrou o medley com um cover surpresa – a Britney não sabia – de “Till The World Ends”, deixando Britney – e consequentemente a gente também – com lágrimas nos olhos; assista:

Ainda em 2017, dez anos após sofrer o colapso público e ser capa de diversas revistas, incluindo a People, a fênix do pop se tornou a mulher mais premiada da noite pelo People’s Choice Award. E ela ainda se deu o luxo de não ir receber as estatuetas! Mas, só soubemos na hora do evento, que ela iria sim. Acabou desistindo por estar doente. Ela chegou a ser ameaçada por alguns “fãs” que ficaram bem chateados por ela não ir à cerimônia e mandou um lembrete:

“Gostaria de poder estar no People’s Choice Awards hoje à noite, mas comecei a me sentir doente. Muito obrigado por votar em mim na celebridade favorita das mídias sociais! Esse agradecimento é dedicado aos meus fãs, o Exército Britney – sem você, isso não seria possível. Eu amo poder compartilhar meu mundo com vocês e o apoio que vcs me dão. Lembre-se de ser gentil online e espalhar amor. ”, disse Britney via instagram e Twitter.

britney-pca
Bastidores da POM com o troféu

Plena e recuperada, mas sem dar detalhes sobre a doença, ela postou uma foto dos bastidores da POM com os prêmios e fez um textinho para o Twitter em agradecimento e se desculpando. Ela levou o Artista Feminina favorita, Artista Pop Favorita, Celebridade Favorita nas Mídias Sociais e Colaboração de Comédia Favorita (com o quadro dela na Ellen de 2016).

https://twitter.com/britneyspears/status/821916215086108673?ref_src=twsrc%5Etfw%7Ctwcamp%5Etweetembed%7Ctwterm%5E821916215086108673&ref_url=https%3A%2F%2Fwww.papelpop.com%2F2017%2F01%2Fpeoples-choice-britney-spears-nem-apareceu-foi-mais-premiada-da-noite%2F

O Glaad Vanguard Award 2018 por contribuição e apoio aos LGBTQ+ encerrou a década com um significado especial para todos os fãs que encabeçam essa sigla e que, através de Britney, conseguiram lidar, assim como como eu que vos escrevo, com todas as opressões sociais que sofremos desde nossa infância por sermos nós mesmos.

A coroação rendeu ainda uma edição limitada do perfume Fantasy numa caixa com as cores da bandeira gay. O Fantasy Pride Edition teve parte da renda revertida para ONGs que cuidam de pessoas LGBTQ+ e que são abandonadas por suas famílias.

Image

Além do perfume, vendido apenas no Reino Unido e ajudando instituições de lá, uma carta pública feita por Britney para seus fãs da comunidade e um show especial dela no maior festival LGBTQ+ do Reino Unido, o “Brighton Pride” também rolaram em decorrência do prêmio. “São vocês os que me apoiam. Sua lealdade inabalável, sua falta de preconceitos… Suas histórias são o que me inspira, me move e que leva a mim e meus filhos a tentarmos ser pessoas melhores todos os dias. Amo vocês!”, escreveu Brit Brit. Olha que linda:

Britney escrevendo carta aos fãs LGBTQ+

Britney, nós escolhemos te amar <3

Mas antes de terminar o texto, vale lembrar que teve ainda o discurso no GLAAD 2018, que também foi bem lindo <3 <3

Mas o ano só encerrou mesmo quando Britney recebeu o primeiro prêmio por um perfume (!!). O Hollywood Beauty Awards deu o “Fragrância do Ano” para o Fantasy in Bloom, 21ª fragrância lançada por Britney.

Resultado de imagem para britney Hollywood Beauty Awards
Tapete vermelho do Hollywood Beauty Awards

Vale ressaltar que ela já ganhou mais de 1 milhão de dólares na linha de perfumaria e beleza.

Entrada do Hollywood Beauty Awards e recebendo o prêmio

Britney completa 10 anos cheirosa e premiada em todas as áreas da carreira, exceto no cinema (mas Crossroads mora em nossos corações!).

Comentários do Facebook
Licença Creative Commons
Este texto autoral está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.
Baseado no trabalho disponível em www.britneyonline.com.br.