25 anos, paulista. “Eu me apaixonei pela Britney quando ela lançou o “Oops!”. Minha prima ganhou o CD de aniversário, que acabou ficando mais comigo do que com ela. Desde então o amor só cresce. Ser fã da Britney me fez uma pessoa melhor, me trouxe amigos, me trouxe o interesse em estudar inglês (hoje moro no EUA), me ajudou em varias áreas da minha vida”.