britney_pai

BOMBA: Britney Spears solicita formalmente a retirada do pai em sua conservadoria

  • 18 de agosto de 2020

Chocando a todos nessa terça-feira, foram divulgados documentos em que Britney Spears solicita formalmente a retirada do seu pai, James Spears, da sua conservadoria que já dura 12 anos. A solicitação é no mínimo incomum, já que é a primeira vez que a cantora solicita formalmente alterações no processo, através do seu advogado Samuel D. Ingham III (escolhido pelo tribunal), que é quem a representa dentro do caso.

Na segunda-feira, Samuel Ingham apresentou um pedido, descrevendo os desejos de Britney para alterar as regras da conservadoria, dizendo que “(as regras) devem ser alteradas substancialmente para refletir as mudanças em seu estilo de vida atual e também seus desejos declarados”.

Entre essas mudanças, estão: “nenhum desejo de se apresentar no momento”, e que ela se “opõe veementemente” ao seu pai voltar ao cargo de tutor, já que ele se encontra afastado desde o caso em que supostamente discutiu com o filho mais novo de Britney, Jayden Spears. No lugar de Jamie, quem assumiu o cargo foi Jodi Montgomery, que é uma tutora profissional licenciada na California.

O documento também aponta para a possibilidade de que, em breve, Britney irá solicitar o fim integral do regime: “Sem renunciar de forma alguma a seu direito de buscar o fim desta tutela no futuro, Britney gostaria que a nomeação da Sra. Montgomery como conservadora de sua pessoa se torne permanente.” Lembramos sempre que existem duas conservadorias: uma que cuida da fortuna de Britney e outra de sua vida pessoal. Porém, as duas tinham Jamie Spears como tutor. A conservadoria da fortuna tem como função, em outras palavras, ‘fazer o dinheiro girar’, não dando prejuízos sem justificativa. Por isso Britney deixou claro que não quer se apresentar – para que eles não desenvolvam projetos que envolvam sua pessoa fisicamente. Britney não se apresenta desde Outubro de 2018, quando entrou em “hiato indefinido”.

Ainda sobre a conservadoria de sua fortuna, Britney “prefere fortemente ter uma empresa fiduciária qualificada para esse trabalho.” Algumas fontes ligadas ao TMZ informaram que já existe uma conversa para contratar uma empresa – provavelmente um banco – para cuidar da fortuna, mas essas conversas incluem Jamie como co-tutor. Não se sabe se Britney se opõe ao fato do pai permanecer como co-tutor, já que o documento também afirma que “Britney se opõe veementemente que James continue como o único conservador de suas propriedades”.

O advogado ainda descreveu que “qualquer esforço para atingir os objetivos da cliente, como os descritos anteriormente, serão agressivamente contestados por James”, já deixando indicado que Jamie Spears fará de tudo para impedir essas mudanças, e que Britney espera poder contratar um escritório de advocacia com “expertise substancial para lidar com litígios contestados em um caso altamente complexo como esse.”

Tanto o advogado Samuel D. Ingham quanto Jodi Montgomery não responderam aos pedidos de entrevista do New York Times, um dos jornais mais importantes do mundo.

Uma nova audiência está marcada para amanhã.

Com informações do The New York Times, The Blast, Us Weekly, e TMZ.

Comentários do Facebook
Licença Creative Commons
Este texto autoral está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.
Baseado no trabalho disponível em www.britneyonline.com.br.